Histórico


A Escola SENAI “Francisco Matarazzo” iniciou suas atividades no ano de 1958, no bairro do Brás em São Paulo, com o nome de Escola Técnica Têxtil, sendo a primeira unidade do SENAI de São Paulo a dedicar-se à educação profissional técnica de nível médio. Ainda em 1958, o Conde Francesco Matarazzo foi escolhido como patrono da Escola e, em 01 de maio de 1959 foi inaugurada oficialmente com o nome de “Escola Técnica Têxtil Francisco Matarazzo”. Em junho de 1981, com o nome de Escola SENAI Francisco Matarazzo e autorizada pelo Parecer CEE nº. 970, mudou para o Cambuci onde permaneceu até o ano de 2003. A partir de 1999, o Curso Técnico Têxtil foi reformulado para atender a legislação em vigor e, em 2004, foi aprovado um novo Plano de Curso estruturado com base em competências, sendo reestruturado no ano de 2011 pela mesma metodologia.  A definição do perfil profissional para este novo curso foi elaborada por um comitê técnico setorial, composto por representantes da indústria, órgãos de classe e instituições correlatas. No ano de 2004, com o projeto de modernização, a Escola retornou ao bairro do Brás, com ambientes de ensino remanejados para se ter melhores condições de atendimento às demandas do setor têxtil. A partir de dezembro de 2004, com a presença do presidente da FIESP, de representantes do setor têxtil e do SENAI-SP, bem como da comunidade e alunos, a Escola foi oficialmente reinaugurada.

 

A Escola SENAI “Engenheiro Adriano José Marchini” iniciou suas atividades no ano de 1970 para atender ao Setor do Vestuário, nas áreas de calçados e confecções. Em 1993 foi a vez do Curso Técnico de Vestuário tornar-se realidade com o objetivo de habilitar o profissional  técnico industrial de nível médio. A partir de 2006, considerando as demandas de mercado, seus cursos passaram a ser desenvolvidos pela metodologia por competências. Em julho de 2012, a Escola SENAI Engenheiro Adriano José Marchini, passou a desenvolver suas atividades nas instalações da Escola SENAI Francisco Matarazzo que, após reforma em seu prédio, no bairro do Brás, instalou ambientes de ensino adequados para a oferta dos cursos na área do vestuário.

 

A Faculdade SENAI de São Paulo foi implantada no ano de 2000, nas dependências da Escola SENAI “Engenheiro Adriano José Marchini”, para complementar o elenco dos cursos regulares destinados à formação da área. Na formação profissional de nível tecnológico, o Curso Superior de Tecnologia do Vestuário - Gestão dos Processos Produtivos, foi reconhecido com conceito A, passando a denominar-se Curso Superior de Tecnologia em Gestão do Processo Produtivo do Vestuário, conforme publicação no Diário Oficial da União em 2002. Em 2005, passaram a serem ofertados os cursos de Pós Graduação Lato Sensu em Gestão de Negócios na Indústria da Moda e Pós Graduação Lato Sensu em Gestão de Design na Indústria da Moda. Em 2009, o curso Superior passou a denominar-se Tecnologia em Produção de Vestuário. Em 2010 a Faculdade SENAI de São Paulo foi, novamente, credenciada, após visita de Comissão de Avaliação do MEC. Em setembro de 2011, tornou-se Faculdade de Tecnologia SENAI Antoine Skaf, por proposição de alunos e aprovação do Conselho, em razão da forte representação deste patrono, para a Cadeia de Valor Têxtil e Confecção. Em 2012, a faculdade, criou e implantou 15 (quinze) cursos de pós graduação, a partir do Panorama Setorial da Cadeia de Valor Têxtil e Confecção e das Perspectivas para a Cadeia de Valor Têxtil e Confecção (IEMI) e da aproximação de representantes empresariais e acadêmicos. Em janeiro de 2013, a Faculdade de Tecnologia SENAI Antoine Skaf também passou a desenvolver suas atividades nas instalações da Escola SENAI Francisco Matarazzo.


PATRONOS

 

FRANCESCO MATARAZZO

A escolha do patrono é uma homenagem ao empresário Francesco Matarazzo (1854-1937) pela sua preciosa atuação no desenvolvimento do setor industrial, na área têxtil, frigorífico, refino de petróleo e cerâmico. Pioneiro no Brasil no ramo do tecido de rayon, o Conde Francesco Matarazzo não foi apenas um dos maiores empresários da história brasileira, mas sim, o maior empreendedor do país de todos os tempos e ainda um dos nomes de destaque do capitalismo mundial.

 

ADRIANO JOSÉ MARCHINI

A escolha do patrono é uma homenagem ao engenheiro e urbanista Adriano José Marchini (1897-1976) pela sua preciosa atuação no desenvolvimento tanto do campo educativo quanto na indústria. Colaborou na instalação do Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT e na construção da Cidade Universitária. Foi, também, secretário da Associação Brasileira de Metais.

 

ANTOINE SKAF

Antoine Skaf nasceu em Zahleh, no sul do Líbano, em 11 de março 1921, e veio para o Brasil na década de 30, aos 16 anos. Casou-se com a carioca Clothilde Habeyche, com quem teve quatro filhos, Lilian, Terezinha, Vera e Paulo Skaf, atual presidente da FIESP, CIESP, SESI-SP, SENAI-SP e Instituto Roberto Simonsen. 

A escolha do patrono foi uma iniciativa dos alunos, apoiada pelo Conselho, em função dos valores que seu nome inspira: amor ao trabalho, dedicação à educação, empreendedorismo, altruísmo e reconhecimento de mérito. 

O imigrante franco–libanês, naturalizado brasileiro, como empreendedor construiu sua vida coroada de êxito, no Brasil. Podia ter somente se dedicado aos seus negócios, mas seu altruísmo o levou a ser um dos pioneiros na organização dos empresários da Cadeia de Valor Têxtil e Confecção. Ainda que tenha construído sucesso profissional, sempre estimulou seus filhos ao estudo, a terem dedicação à educação como forma de desenvolvimento pessoal, profissional, econômico e social.  Sabe-se que, quando seu filho caçula que estudava em regime de semi-internato, quando estava em férias desejava trabalhar, ao que seu pai rebatia e que anos mais tarde trabalhou junto ao pai. É o amor ao trabalho, sempre estimulado. É também sabido que este mesmo filho caçula, aos 14 anos chegou em casa com um cheque  de valor equivalente a três carros luxuosos. Era sua comissão pela venda de um andar na Avenida Paulista de propriedade do pai de colegas para um grupo empresarial japonês. Antoine Skaf ficou orgulhoso do filho e como reconhecimento do mérito, durante um mês andou com o cheque e mostrava para todos os amigos. 

 

Visita Virtual 360

 


Exportar Calendário


Você pode exportar os eventos da escola para o Apple iCal, Microsoft Outlook ou Google Calendar.

Fechar